Análise: Louvor Sem Fim – Aos Teus Pés

Visão Geral

Aos Teus Pés” é uma cantata natalina gravado pelo grupo Louvor Sem Fim da gravadora OAO, lançada no ano de 2009. Essa cantata também pode ser usada como “não-sazonal”, pois a maioria das músicas você poderá cantá-las o ano inteiro. Ela é bem contemporânea no estilo “worship”, no qual possibilita usar e ousar na criatividade.

Continuar lendo Análise: Louvor Sem Fim – Aos Teus Pés

Análise – "Aos Teus Pés"

Visão Geral

Aos Teus Pés” é uma cantata natalina gravado pelo grupo Louvor Sem Fim da gravadora OAO, lançada no ano de 2009. Essa cantata também pode ser usada como “não-sazonal”, pois a maioria das músicas você poderá cantá-las o ano inteiro. Ela é bem contemporânea no estilo “worship”, no qual possibilita usar e ousar na criatividade.

Sua armação é composta por SSCT[T]B, vai do nível fácil ao mediano. A divisão entre os sopranos não é constante e não é muito agudo. Contém uma narração contemporânea sem deixar o teor natalino de lado, com: solos, duetos, trios e ministrações com bastante liberdade. A sua essência consiste mostrar o natal com um olhar da salvação através do amor do Messias e convida ao público a render-se aos pés de Cristo.

Criado por Travis Cottrell, Sue C. Smith e David M. Arranjado por Travis Cottrell. Versionado por Cristiane Carvalho Pimentel e André Salles. Produzido pela Cristiane Carvalho Pimentel. Arte DSPublicidade.

Análise por Música

“Por Sua Misericórdia”

Essa música funciona como um prelúdio da cantata. Ao som do piano e as vozes em “mp” prepara o ambiente para a celebração do natal. Uma música fácil e que traz juntamente com o coral um solista fazendo a ministração ao decorrer da música.

“Redentor e Rei”

Essa música já traz o movimento do pop e mostrando o motivo de Cristo em se tornar o homem. Possui um trio que traz um toque bem legal, mas ele pode ser opcional. Uma música sem muitas dificuldades tanto para o coral como para o trio.

“Vem Cantar o Amor de Deus”

Aqui já encontramos ao som do Black Music. A música que fará movimentar o coral. O solista deve ser bom de improvisos e ser firme, pois é uma música que o coral convida o público cantar. É interessante envolver os ouvintes pelo seu estilo. Essa música possui um descante que traz mais brilho, e dentro desse descante acontece a subida de tom. Essa música é de nível mediano a difícil, pelo seu movimento, descante e por não manter um linha melódica de cada voz linear. Uma das melhores músicas, com certeza!

“Pequena Vila de Belém”

Uma música clássica, porém com um arranjo contemporâneo. Essa música conta a história do Natal e conhecido por todos. Nível de dificuldade é mediano. Mesmo sendo arranjo contemporâneo, ela não perdeu a leveza e beleza. Contém um descante também, a parte que é a mais difícil, mas não é longa. Envolvente…

“Aleluia! O Rei Já Nasceu! Com Noite de Paz e Ó Noite Santa”

Essa música já começa forte na mesma levada pop. Porém, em um ritmo mais cadenciado.

Contem solos de contralto e tenor. Aqui encontramos um solo de contralto bem livre e espontâneo durante a música “Noite de Paz”, deve ser uma cantora que saiba improvisar. Em “Ó Noite Santa” o solista tenor se encontra com o contralto e fazendo um dueto de improvisos até o final da música. Uma música mediana. A orquestra vem se desenvolvendo ao longo da música e crescendo de acordo com a temática.

“Veio a Nós”

Solo de soprano e contrito. Embalado ao som da guitarra e piano de base. Uma música com letra impecável em um estilo pop adoração. Apesar de ter uma linha de solo escrita, a solista pode improvisar e sentir a vontade de acordo com a música, principalmente na parte do coro. Nível mediano. Uma mensagem linda e um apelo evangelístico bem forte.

“Glorias Nas Alturas”

Voltamos ao pop mais acelerado. Mais uma vez temos um solista barítono e apesar também de ter algumas partes linhas de solo escrito, esse deve improvisar nas demais partes. Encontramos também um trio que vem trazer uma nova temática a música. Já nessa música o trio é fundamental, pois ela de fato faz parte integrante da música. Nível mediano.

“Eu me Entrego”

Uma música de confirmação e reconhecimento ao poder de Deus. Solo de barítono e também esse deverá improvisar. Uma música de nível fácil. Ótimo para ser usado em apelo, pois a sua mensagem é envolvente. Embalado ao som do violino.

“Através da Cruz”

Uma música pra cantar junto com a congregação. Com solo de violão acústico. Nível de fácil a mediano. É uma música que funciona.

“Salvação”

Os tambores marcam o inicio da música. As cordas fazem o fundo musical. E as vozes passeiam nos arranjos instrumentais. Uma música forte. Contém ministração que pode sim envolver o público. Música de nível mediano. Fechando a música com um breve descante entre as vozes, dando mais beleza a música.

“Aos Teus Pés com Ó Vinde Adoremos!”

Embalado pelo pop em forma de celebração. Outra música que é muito interessante envolver o público a cantar junto. Contém um trio que dá todo charme a música, aqui também penso que é bom manter esse trio. Não tem como não se envolver com o ritmo e a mensagem que a música nos remete, com certeza essa música fecha a cantata de forma bem pra cima e alegre, com um gostinho de quero mais.

Análise – "Amou-me Com a Cruz"

Visão Geral

Amou-me Com a Cruz” é um musical de páscoa e evangelístico, gravado pelo Coral Benção Music. Adapta ao momento que você deseja.

É um musical de nível mediano ao difícil. Dividido em seis vozes (SSCTTB) com depoimentos de personagens importantes que sentiram esse amor mais de perto e observou todo o percurso da via dolorosa e um narrador para fazer a ponte. Possuem solos femininos e masculinos, e dueto.

Sua mensagem principal é demonstrar o amor de Cristo em diferentes situações de vida dos personagens verídicos que souberam reconhecer que Ele era o Messias que veio salvar a humanidade. Além de mostrar a cruz como um símbolo de horror, amor e salvação. Entretanto, sua letra é bem reflexiva e nos faz pensar no seu sublime amor.

Escrita por Joel Lindsey e Jeff Switzer, arranjada e orquestrada por Lary Goss e adaptado por Carlos Alberto Silva.

Análise – Por Música

Abertura / Ele Deixou a Sua Glória. Nessa faixa encontramos um processional instrumental que pode ser usado para a entrada do coral de forma que venha surpreender o público. Depois vem a canção de forma forte e já mostrando o motivo de Cristo, o amor. Partindo para um estilo pop que começa contar a história do Messias desde o nascimento e focando a glória e o amor que fez deixar o seu Esplendor para vim ao mundo. Tudo por AMOR.

Possui divisões de vozes fortes e bem definidas.

Nele Eu Creio, Sim”. Uma bossa que leva a narrativa do início do ministério de Jesus aqui na terra. Uma música fácil de cantar e bem leve.

Você pode usar essa música junto com a parte teatral mostrando as ações ao decorrer da música.

Mostrou Amor Por Mim. Solo de contralto e tenor que mais a frente junta em um dueto. Uma linda mensagem, demonstrando um amor que supera as barreiras para trazer perdão e salvação.

O Coral faz o “back” dessa música. A parte mais difícil é justamente nos “Uh” e “Ah” onde se encontra bem dividido entre as vozes, tornando mais bela a canção.

Uma dica. É mais interessante se os personagens cantassem essa canção e com boas expressões. Trazer algo que venha impactar através das ações da música, sem ficar monótono.

O ápice se encontra no meio da música, no dueto e “back” do coral e a orquestra crescente e forte.

Hosana. Uma música animada bem pra cima. Com um arranjo vocal interessante e com uma “brincadeira” de uma voz pergunta e a outra responde. Mostrando a entrada triunfal de Jesus. No final tem um pequeno descante de nível fácil. Orquestra fabulosa.

Só o Teu Querer. Uma oração cantada. Uma música que relata a agonia de Jesus antes de ser levado ao governador Pilatos. Somente coro feminino, que traz um toque mais especial ao momento. Fácil e pouca divisão.

Ele Podia Desistir. Solo de soprano. Mostrando a caminhada de sofrimento e novamente voltando ao tema AMOR, de como Jesus resistiu todas as zombarias e chicotadas, relatando todo o episódio. Coral faz o “back”, trazendo um toque a mais e com divisão de vozes bem diversificada. Justamente a parte mais trabalhosa.

Foi à Cruz / Ressurgiu. Volta o coral cantando e um pequeno solo feminino. Trazendo a imagem da cruz, a imagem de dor e sofrimento, mas principalmente de AMOR. Uma música que há várias divisões e momentos apoteóticos e uma orquestra bem forte e intensa. Com certeza não tem como não se envolver com a mística da música. Seria interessante se mostrasse a crucificação ao decorrer da música.

A sua segunda parte vem com a ideia do Cristo morto em seu primeiro momento com a orquestra bem diminuída e de forma triste. Em seu segundo momento a orquestra e o coral seguem crescentes para o fortíssimo. Mostrando o Cristo vitorioso, vencendo a morte. “Ressurgiu!“. Em um final mais apoteótico! Fantástica! Neste caso, o Cristo aparecerá de forma triunfante, se possível, no batistério.

Amou-me Com a Cruz. Uma música clássica que fecha o musical de forma relembrar todo o percurso de Jesus. Solo de tenor 1. Coral fazendo “back”, que dá um toque a mais. Uma música que vai crescendo e de forma envolvente. É a música tema que com certeza você vai querer repetir.

Esse musical é uma pérola da páscoa. São raros os materiais que tenha esse conteúdo simples, objetivo, envolvente, emocionante e fantástico. Mesmo tendo pontos difíceis, vale à pena realizar esse musical. Aproveite que ainda se encontra disponível para a venda e surpreenda pela qualidade de um material que infelizmente não encontramos em todo ano.

Para mais informações, acesse o site da Benção Music.

>Análise – "Amou-me Com a Cruz"

>

Visão Geral

Amou-me Com a Cruz” é um musical de páscoa e evangelístico, gravado pelo Coral Benção Music. Adapta ao momento que você deseja.

É um musical de nível mediano ao difícil. Dividido em seis vozes (SSCTTB) com depoimentos de personagens importantes que sentiram esse amor mais de perto e observou todo o percurso da via dolorosa e um narrador para fazer a ponte. Possuem solos femininos e masculinos, e dueto.

Sua mensagem principal é demonstrar o amor de Cristo em diferentes situações de vida dos personagens verídicos que souberam reconhecer que Ele era o Messias que veio salvar a humanidade. Além de mostrar a cruz como um símbolo de horror, amor e salvação. Entretanto, sua letra é bem reflexiva e nos faz pensar no seu sublime amor.

Escrita por Joel Lindsey e Jeff Switzer, arranjada e orquestrada por Lary Goss e adaptado por Carlos Alberto Silva.

Análise – Por Música

Abertura / Ele Deixou a Sua Glória. Nessa faixa encontramos um processional instrumental que pode ser usado para a entrada do coral de forma que venha surpreender o público. Depois vem a canção de forma forte e já mostrando o motivo de Cristo, o amor. Partindo para um estilo pop que começa contar a história do Messias desde o nascimento e focando a glória e o amor que fez deixar o seu Esplendor para vim ao mundo. Tudo por AMOR.

Possui divisões de vozes fortes e bem definidas.

Nele Eu Creio, Sim”. Uma bossa que leva a narrativa do início do ministério de Jesus aqui na terra. Uma música fácil de cantar e bem leve.

Você pode usar essa música junto com a parte teatral mostrando as ações ao decorrer da música.

Mostrou Amor Por Mim. Solo de contralto e tenor que mais a frente junta em um dueto. Uma linda mensagem, demonstrando um amor que supera as barreiras para trazer perdão e salvação.

O Coral faz o “back” dessa música. A parte mais difícil é justamente nos “Uh” e “Ah” onde se encontra bem dividido entre as vozes, tornando mais bela a canção.

Uma dica. É mais interessante se os personagens cantassem essa canção e com boas expressões. Trazer algo que venha impactar através das ações da música, sem ficar monótono.

O ápice se encontra no meio da música, no dueto e “back” do coral e a orquestra crescente e forte.

Hosana. Uma música animada bem pra cima. Com um arranjo vocal interessante e com uma “brincadeira” de uma voz pergunta e a outra responde. Mostrando a entrada triunfal de Jesus. No final tem um pequeno descante de nível fácil. Orquestra fabulosa.

Só o Teu Querer. Uma oração cantada. Uma música que relata a agonia de Jesus antes de ser levado ao governador Pilatos. Somente coro feminino, que traz um toque mais especial ao momento. Fácil e pouca divisão.

Ele Podia Desistir. Solo de soprano. Mostrando a caminhada de sofrimento e novamente voltando ao tema AMOR, de como Jesus resistiu todas as zombarias e chicotadas, relatando todo o episódio. Coral faz o “back”, trazendo um toque a mais e com divisão de vozes bem diversificada. Justamente a parte mais trabalhosa.

Foi à Cruz / Ressurgiu. Volta o coral cantando e um pequeno solo feminino. Trazendo a imagem da cruz, a imagem de dor e sofrimento, mas principalmente de AMOR. Uma música que há várias divisões e momentos apoteóticos e uma orquestra bem forte e intensa. Com certeza não tem como não se envolver com a mística da música. Seria interessante se mostrasse a crucificação ao decorrer da música.

A sua segunda parte vem com a ideia do Cristo morto em seu primeiro momento com a orquestra bem diminuída e de forma triste. Em seu segundo momento a orquestra e o coral seguem crescentes para o fortíssimo. Mostrando o Cristo vitorioso, vencendo a morte. “Ressurgiu!“. Em um final mais apoteótico! Fantástica! Neste caso, o Cristo aparecerá de forma triunfante, se possível, no batistério.

Amou-me Com a Cruz. Uma música clássica que fecha o musical de forma relembrar todo o percurso de Jesus. Solo de tenor 1. Coral fazendo “back”, que dá um toque a mais. Uma música que vai crescendo e de forma envolvente. É a música tema que com certeza você vai querer repetir.

Esse musical é uma pérola da páscoa. São raros os materiais que tenha esse conteúdo simples, objetivo, envolvente, emocionante e fantástico. Mesmo tendo pontos difíceis, vale à pena realizar esse musical. Aproveite que ainda se encontra disponível para a venda e surpreenda pela qualidade de um material que infelizmente não encontramos em todo ano.

Para mais informações, acesse o site da Benção Music.

Lançamentos de Páscoa 2011


“Sim Nós Cremos” é mais um lançamento do Grupo Áquila. Com arranjos de Fetkke trás toda a harmonia coral com o seu toque “worship” e com algumas composições clássicas. Se você gosta de orquestra envolvente esse musical te dá essa ideia e vem com canções já consagradas e conhecidas que proporciona que o coral venha cantar junto com a congregação e assim formando um misto de adoração.
“Redenção” vem sendo apresentado pelo ministério AVNER, um grupo que surgiu e já mostra para que veio. É um musical mais moderno, do Cotrell, com banda e solos de guitarra. Em um estilo mais “worship” contemporâneo, no qual, os ministérios de louvor já trazem para nós. E com certeza você pode fazer ao vivo. Assim como “Corra Para Cruz”, do mesmo arranjador, que segue o mesmo estilo e ambos apresentam trio e ministrações. São musicais versáteis que se adapta para a sua realidade e mais uma vez você envolve o público com canções conhecidas dentro do musical.

“Celebrai” vem ao som “black” no melhor estilo do Vocalis. Com certeza um dos melhores musicais do ano. Se você encontra algo bem diferente fugindo de arranjos clássicos e estilo “worship”, você encontra nesse lançamento. Um black gostoso de ouvir e cantar que conta a história de Cristo de forma alegre e concisa. Vem de um arranjador que está tomando um espaço no Brasil. Esse é um musical que fará diferença, justamente pelos elementos que ele proporciona.

Bom, são lançamentos diferentes para todos os gostos e com diferente níveis de dificuldades. Cada um com um toque especial. Você irá se identificar com um deles e ainda terá a oportunidade de cantar as canções o ano inteiro, já que se englobam na função evangelística. Aproveite também para envolver a igreja como todo, – coreografia, som, multimídia, iluminação, teatro, LIBRAS, etc – para que o espetáculo da Salvação seja mais aproveitado e impactante pelo público. Se possível use todas as ferramentas que você tem em mãos. Que Deus abençoe todos que estarão proporcionando a realização de cada musical, independentemente de ser lançamento ou não. Lembre-se! Faça sempre o melhor, o nosso Deus merece. Pois o nosso Rei Jesus está VIVO!

>Lançamentos de Páscoa 2011

>


“Sim Nós Cremos” é mais um lançamento do Grupo Áquila. Com arranjos de Fetkke trás toda a harmonia coral com o seu toque “worship” e com algumas composições clássicas. Se você gosta de orquestra envolvente esse musical te dá essa ideia e vem com canções já consagradas e conhecidas que proporciona que o coral venha cantar junto com a congregação e assim formando um misto de adoração.
“Redenção” vem sendo apresentado pelo ministério AVNER, um grupo que surgiu e já mostra para que veio. É um musical mais moderno, do Cotrell, com banda e solos de guitarra. Em um estilo mais “worship” contemporâneo, no qual, os ministérios de louvor já trazem para nós. E com certeza você pode fazer ao vivo. Assim como “Corra Para Cruz”, do mesmo arranjador, que segue o mesmo estilo e ambos apresentam trio e ministrações. São musicais versáteis que se adapta para a sua realidade e mais uma vez você envolve o público com canções conhecidas dentro do musical.

“Celebrai” vem ao som “black” no melhor estilo do Vocalis. Com certeza um dos melhores musicais do ano. Se você encontra algo bem diferente fugindo de arranjos clássicos e estilo “worship”, você encontra nesse lançamento. Um black gostoso de ouvir e cantar que conta a história de Cristo de forma alegre e concisa. Vem de um arranjador que está tomando um espaço no Brasil. Esse é um musical que fará diferença, justamente pelos elementos que ele proporciona.

Bom, são lançamentos diferentes para todos os gostos e com diferente níveis de dificuldades. Cada um com um toque especial. Você irá se identificar com um deles e ainda terá a oportunidade de cantar as canções o ano inteiro, já que se englobam na função evangelística. Aproveite também para envolver a igreja como todo, – coreografia, som, multimídia, iluminação, teatro, LIBRAS, etc – para que o espetáculo da Salvação seja mais aproveitado e impactante pelo público. Se possível use todas as ferramentas que você tem em mãos. Que Deus abençoe todos que estarão proporcionando a realização de cada musical, independentemente de ser lançamento ou não. Lembre-se! Faça sempre o melhor, o nosso Deus merece. Pois o nosso Rei Jesus está VIVO!

Análise – "Soberano Rei"

Visão Geral

Soberano Rei” é um musical de páscoa que poderá ser realizado em qualquer época do ano. Lançado no Brasil em 2009. Gravado pelo Grupo Áquila.

É um musical de considerado fácil, dividido em cinco vozes (SSCTB) com narração e que traz também trechos com narrações do coral, solos femininos, masculinos e dueto.

O musical tem como objetivo mostrar toda a jornada de Jesus neste mundo de forma leve e reflexiva.

Criado por Phill Mehrens, arranjada e orquestrada por Dave Williamson e traduzida por Remo Vieira, Vittor Borges, Waldenir Carvalho e Leonardo Livio.

Análise – Por música

Cante ao Senhor”. Uma música com uma levada de pop e com partes bem fáceis de executar. Uma música que nos convida a louvar, a cantar e a adorá-Lo. Logo em seguida o coro faz a narração inicial, o que é um diferencial neste musical. A narração traz as profecias do Messias de vários ângulos acompanhado por um fundo musical. Seguindo para “Tudo Regerá!”.

Tudo Regerá!”. Inicia-se com a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, com um toque especial do coro infanto-juvenil. Uma música fácil com levada pop, solos de guitarra e bem alegre. O ponto mais “difícil” é o descante do coro infanto-juvenil com o coro adulto, mas sem muitas complicações. Seguindo para a narração.

Pra nos Salvar”. Antes dessa música ser cantada, um narrador conta os fatos de uma forma geral levando o público a uma breve reflexão. Ao som de um violão conta o motivo de Jesus Cristo viver neste mundo. Uma música de nível médio com um pequeno descante, o que dá um charme na canção. Logo em seguida, o mesmo tom de reflexão da narração volta nos levando a pensar em toda a caminhada do Cristo até a cruz.

Filho do Bom Deus”. Solo de soprano, tendo ainda um tom de leveza pra mostrar o sofrimento do Cristo na cruz. Bem fácil e possui uma mensagem linda. Segue para a narração.

Soberano Rei”. Música tema do musical. O narrador traz a significância da morte de cruz. Dueto de soprano e tenor. Nossa dica é ter um bom tenor solista que consiga alcançar com facilidade notas agudas. Esta canção mostra o amor e a salvação através de todo sofrimento de Jesus. Segue para a narração.

Grande Alegria”. Mostra a ressurreição de Cristo e a profecia cumprida. Voltando a levada pop e bem marcada pela percussão e sempre tendo as cordas dando um charme a mais e os metais bem definido e na medida. E os arranjos vocais bem interessantes e com dinâmicas. Ótima música e fácil.

Entronizado”. Fundo musical que tem efeitos bem interessantes e que revela a volta de Cristo, tendo de volta o coral narrando junto com o narrador.

Canção da Revelação”. Mostra o Cristo ainda mais vitorioso e descrevendo o Messias no lar celeste e nós em sua espera rendendo louvor e adoração ao Noivo. Tendo um solo de barítono, bem tranqüilo. É uma das canções mais lindas do musical. Numa levada pop bem marcada em um arranjo belíssimo.

Soberano Rei Finale”. Fecha o musical. Passando por algumas músicas da peça, finalizando com a ideia de todo o musical: “Cristo, o soberano Rei do Universo”.

*As divisões do soprano 1 e 2 não são muito constantes, o que deixa o musical mais fácil. Já no naipe tenor há pouquíssimas divisões.

** É um musical que dá pra usar bastante recursos visuais durante toda a história.

*** Sugiro, se na sua igreja tiver um Ministério com Surdos, utilizar este grupo na canção “Filho do Bom Deus”, pois com a interpretação deixará mais rica a mensagem da música.

****É um musical que dá para usar o ano inteiro, sem excluir nenhuma música, bem versátil.

Você pode conferir este musical no site da Áquila Records.

Análise – "Presente de Amor"

Visão Geral:

Presente de Amor” é um musical de natal de lançado no Brasil em 2000.

É um musical de média dificuldade e dividida em seis vozes (SSCTTB) com encenações, solos e duetos.

O personagem principal deste musical é o apostolo Paulo.

Composta por David T. Clydesdale, Steve Moore e Steve Wilkinson e adaptado por Charlis Ferre, Cláudio Verde e Edla Caminha.

Neste musical aconselhamos ter bons sopranos 1 e tenores.


Por música:

Tema de Abertura”/“Cantai. Este “ato” começa forte e com divisões de vozes e passa para um ritmo mais pop. Convidando-nos a adorar o Rei e vai mostrando que Jesus é o Rei dos reis de forma leve, alegre e divertida. Nesta música os tenores trabalham mais nas regiões agudas.

Uma dica: cuidado na afinação nas notas com alteração.

Este é o Rei!. Antes desta música há alguns diálogos, sendo estes sincronizados com o fundo instrumental. Esta canção é um dueto de soprano e tenor, aconselhamos usar bons solistas e improvisadores, pois este é o charme desta música. O coral ou grupo precisa estar atento às pausas e trinados sendo este, a dinâmica mais difícil da peça.

Deus Quer Cuidar de Nós. Dueto dos personagens Maria e José, onde a dica é usar um soprano e um tenor. Nenhuma novidade, tendo em vista que esse tema sempre é abordado em alguns musicais. O que diferencia é o toque do coral que traz um efeito interessante.

A Nossa Esperança Já Nasceu. Solo de soprano 1. Sem dúvida a solista deve ser boa para executar bem.

O foco é a esperança. A música mostra que a profecia foi realizada. Novamente trazendo Jesus como Rei, Renovador e sendo um “símbolo” do Amor para humanidade. Mais uma vez, o coral é uma peça que dá mais charme a canção.

Oh, Terra e Céus Cantai!. Composta por músicas natalinas clássicas bem conhecidas por todos em um “medley” bem elaborado, arranjo único e orquestra bem moldada. Voltando à música “Cantai”.

Presente de Amor. Música tema, finaliza o musical com a interpretação de Paulo. Solo de tenor.

Enfatiza que a promessa foi comprida e mostra o amor do Pai para conosco ao enviar Jesus para mudar a história da humanidade e trazer esperança. É uma canção que tem como objetivo nos convidar a louvar e adorar o Rei dos reis, o Rei de Amor.

*Você pode conferir outras informações clicando aqui ou no site da C & C Tempo.

Análises de Musicais

Estaremos, a partir deste momento, analisando alguns musicais e cantatas das principais gravadoras do Brasil.

Nossa análise será superficial e baseada em comentários pessoais, portanto estão sujeitas a questionamentos e discordâncias, afinal não estamos fazendo análises profissionais.

Sua opinião é super importante para nós, pois somente assim atingiremos o nosso objetivo que é fazer deste blog uma enciclopédia de musicais gospel brasileiros.
Nossa intenção é colocar além da análise, algumas sugestões para auxiliar o seu trabalho e sua escolha.
Começaremos pelo musical: “Presente de Amor” do Grupo Hermom.
Em breve você poderá ler e comentar.